Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anos 90etal

Ideias, visões, pensamentos, vivências de alguém nascido nos 90's

Anos 90etal

Ideias, visões, pensamentos, vivências de alguém nascido nos 90's

31.03.20

Sobre o Amor

Matias

Uns chamam-lhe amor, outro chamam-lhe insanidade... a questão é que ambos estão corretos. Não ha paixão sem loucura nem desatino que não traga amor. Por ele vivemos, por ele morremos. Por ele fazemos o que sempre pensamos, mas também o que nunca imaginamos. Por ele lutamos, por ele fazemos a paz. 

O amor tem tanto de bom como de cruel, toda a gente o procura, mas ninguem quer ser como ele. Provoca, sufoca, acarinha, abraça... hoje tens o coração a mil, amanha são as lágrimas que te escorrem como as àguas em Abril. É tudo de bom e é tudo de mau. 

Procurem o amor... vivam por ele, mas não para ele... e se o encontrarem, não digam a ninguem. Pior é o rico que tem tudo, do que o pobre que pouco tem!

14.03.20

Viva o Capitalismo

Matias

É uma vergonha...

Sendo direto, porque estou chateado e com pouca criatividade, apenas quero expor a situação que vivem os trabalhadores dos shoppings e supermercados e também restaurantes. Cá por Portugal decretaram o fecho de quase tudo para combater a proliferação do COVID-19, menos os das superfícies que mencionei anteriormente.

Mais uma vez, cheira-me a dinheiro. Fecham escolas, "fecham" o futebol, fecham os casinos, fecham parques e serviços, fecham o acesso às praias, pedem que a população evite ajuntamentos. Mas... e os shoppings e supermercados? Já não existe perigo? Basta decretar a entrada controlada de clientes? Então e os que lá trabalham e que vão estar em contacto com todos esses que lá entrarem, já não há perigo de disseminação do vírus? Fecham os mercados que são a céu aberto para evitar o contacto entre pessoas, mas nos shoppings já não há problema?

O que é preciso para fechar tudo? É preciso que hajam casos ocorridos nestes locais ou que alguém que lá trabalhe morra? 

Os senhores diretores e administradores estão à espera do quê? Que seja o governo a decretar o fecho, para que possa lavar as mãos do não-lucro? Então o governo que decrete, pois assusta e muito ter de ser sujeito a ir trabalhar para um "ninho de proliferação". Já está mais que visto que o dinheiro fala a cima de tudo. Ri-me tanto com os novos horários dos shoppings. Quer dizer que o vírus só vai atacar depois das 20h... até lá estamos todos em segurança! É isso? Fechem a porra dos shoppings... por favor!

Já e demais... ganhem consciência e ponham o dinheiro de parte! Mais uma vez e a continuar assim, parabéns... pois vão ser os homens mais ricos do cemitério.

Viva o Capitalismo.

05.03.20

O que é não é

Matias

Afinal é o que não é...

É muito mau estares em casa e sofreres porque amanhã é dia de ires trabalhar. Sabes que vais chegar lá e que vai ser duro. Há sempre coisas que não gostamos, é certo. Mas chegares ao ponto de a ansiedade ser tal que te pára o pensamento e as ações.

Não é o facto do trabalho em si ser duro... é mais a antecipação que fazes por saberes que por mais que te esforces e faças tudo bem, que isso nunca é suficiente e que estás sempre sozinho em cada passo que tu dás.

Todos os locais têm altos e baixos e que o normal é estares bem e de vez em quando afundas, mas aí tu sabes que é passageiro e aguentas o barco... porque sabes que mais cedo ou mais tarde tudo voltará ao normal!

O pior é quando o normal é estar mal! Quando tens de acordar todos os dias para lutares para manter algo que está mal. Sabes que às vezes vai estar em alta, mas que na verdade irá sempre voltar ao normal... que é estar no fundo! Que motivação para fazer frente a isso? Quando o que é não é afinal! 

É duro... psicológicamente duro! Remas contra a maré até que o barco avance, mas sempre sabendo que irá voltar para tras.

Porque quando o que é não é, por mais força de vontade que tenhas, nunca o poderá ser!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D