Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anos 90etal

Ideias, visões, pensamentos, vivências de alguém nascido nos 90's

Anos 90etal

Ideias, visões, pensamentos, vivências de alguém nascido nos 90's

10.01.20

#100 - Vizinho de Cima

Matias

Foguetes, champanhe, fitinhas... que é o post número 100!

O meu vizinho de cima é maluco e provavelmente ele também dirá o mesmo de mim, sendo que sou o seu vizinho de baixo. Os de cima são sempre os barulhentos não é? Também sou o vizinho de cima da minha vizinha de baixo, por isso não vou falar muito.

Mas, no outro mês ou no outro... já não sei bem quando... ia eu serenamente a descer as escadas do prédio e passa o tal vizinho a correr para cima, como se fosse a fugir a um urso na floresta! Catapum, catapum, catapum (é o som das botas dele nas escadas). Ainda assim, cumprimentou-me e deu os Bons Dias.

Mal passo a porta do prédio para fora, oiço de novo:

Catapum, catapum, catapum...

Lá vinha ele, escada a baixo com um rolo de papel higiénico meio amassado na mão. Sem eu lhe perguntar nada, exclama ele:

- O raio do cão é um porcalhão!

Conclusão da história: O meu vizinho de cima tinha ido levar o seu velho cão à rua para que pudesse fazer aquilo que tem para fazer, mas esqueceu-me do saquinho e foi a correr ao terceiro andar para ir buscar papel para limpar o "presente".

Agora vocês dizem: "Mas Matias, isso não faz dele maluco... até é bastante limpinho o senhor."

Certo! Mas deixar cair ao chão objetos durante a madrugada mesmo por cima do meu quarto... correr desalmadamente pelas escadas como sempre faz quando entra e sai de casa... falar alto como se não houvesse mais ninguém... já são alguns sintomas!

BOM ANO a todos 

26.12.19

Vou Ser Polémico

Matias

Acabei de ver uma notícia sobre o novo filme do pessoal da Porta dos Fundos, uma sátira à vida de Jesus até ao dia em que fez trinta e três anos. Pelos vistos, muita gente não gostou. Qual é o mal do filme, fez doer a ferida? Pelo menos consideraram que ele existiu.

Agora, atacarem a sede da Produtora do filme com engenhos explosivos? Belos Cristãos... aposto que no fim, rezaram sete "Pais Nossos" e três "Avé Marias" e o pecado passou né?! 

Ontem assisti a uma missa... sim, assisti porque não faço parte dela. Apenas oiço e reflito sobre o que se diz, não participo ativamente na cerimónia. Não sei os "dizeres" nem os gestos que os acompanham. Apenas oiço e, às vezes sorrio para mim mesmo! Não e por mal, mas tanta coisa que não faz sentido.

Quando o ser Humano não sabe ou não compreende, atira as questões para algo que pertença ao divino. Não tenho nada contra os crentes, por outro lado, eles já tem algo contra mim por ser não crente. Belos Cristãos! Afinal onde está a tolerância? Fica só para o dia de Natal né?! 

Então o "Cordeiro de Deus que tira o pecado do Mundo"... já alguém reparou que ao fim de mais de dois mil anos isso ainda não resultou? Então já que "Jesus é a luz que nos acompanha e que nos guia" porque vai tanta gente por caminhos errados? Então se "Jesus nascido do seio da Virgem Maria é o Salvador", porque morrem crianças indefesas?! 

Se o Homem é tão inteligente e racional, como se deixa levar assim? O que mudou nestes mais de dois mil anos de História com a "encarnação de Deus no corpo de um menino"? Penso que à dois mil e vinte e um anos atrás, ainda existia vida em Chernobyl... ainda não tínhamos buraco no Ozono... ainda não morríamos porque quase tudo que existe neste Planeta agora, nos provoca cancro... ainda não haviam problemas ambientais provocados pela poluição! Mas calma que o Salvador anda por aí... "omnipotente, Ele está no meio de nós"!

Não há respostas, mas é mais fácil pôr as "culpas" em algo maior e deixar que seja Ele a escrever os nossos destinos né?!

Seja então "o que Deus quiser".

20.12.19

O Pai Natal Não Existe e Outros Tais

Matias

Não sei quem és, nem irei saber!

Como os outros tais, és uma figura mítica. Não existes, mas hoje falo contigo. Guardas em ti todos os sonhos de criança e com eles, todas as suas desilusões. As bolachinhas que não comeste, o leitinho que não bebeste e as prendas que nunca trouxeste. Não te guardo rancor, afinal não tens culpa.. Criaram-te sem que quisesses! 

Quando era puto, virava-me para a estatueta da Nossa Senhora de Fátima que a minha mãe tem no seu quarto e ralhava com ela. Perguntava porque é que se ela realmente existe - incluindo todas aquelas personagens bíblicas - porque é que permitia que acontecessem coisas que não deviam, qual era o seu propósito! Hoje não sou crente, apenas tenho os meus anjos-da-guarda (sejam eles o que forem)... mas não são Deus, nem Jesus, nem Budda, nem qualquer outra figura religiosa. Que Deus? Se realmente existes, então a pior coisa que fizeste foi a criação do Homem... porque se a Terra fosse uma Empresa, já te tinham despedido pois "fabricaste" muita merda.

Não estou chateado, nem guardo rancor... estou só f*dido! Roubaram o carro a um casal amigo meu, pessoas 5 estrelas que não mereciam e vocês, onde estão? Soube a duas semanas do Natal que o meu pai tem cancro e vocês, onde estão? Isto a nível pessoal... mas globalmente... vocês que se existem permitem tudo... permitem que crianças morram aos 2 anos de vida com doenças terminais, que árvores caiam em cima de casas, que o Homem ame de armas na mão? F*da-se, não!

Miúdos, desculpem, mas o Pai Natal não existe e os outros tais.

09.12.19

Geração F*dida

Matias

Cada vez acho mais!

Nasci nos anos 90 e posso dizer que a evolução tecnológica nessa década e na seguinte foi avassaladora. Em menos de nada, passamos de ver os nossos pais com telemóveis do tamanho de tijolos para Smartphones que fazem tudo e mais alguma coisa. De certeza que há por aí pessoal que se vai admirar quando souber que os telefones já tiveram teclas e que a memória só suportava 15 números telefónicos... para não falar que partilhávamos músicas e fotos com uma bruxaria chamada "infravermelhos"! Passamos de ter televisões gigantes e pesadonas, para termos Smart TVs leves e finas. A Internet quando chegou a nossas casas, tinha de ser ligada ao PC com um cabo de rede conectado à linha telefónica.. depois de uma chinfrineira colossal, lá nos ligávamos à IOL ou à Net.Sapo... os 10 euros que tinhas carregado no dia anterior, voavam em menos de 10 pesquisas! Diz a lenda, que os computadores nessa época tinham uma ranhura onde se colocava um dispositivo chamado disquete que servia para guardar informação... acho que um dia consegui guardar umas 8 imagens numa coisa dessas!

Hoje em dia é tudo Smart... exceto as pessoas! Hoje em dia, o valor está nas coisas, no que tens e no que pareces e não no que realmente és.

Pessoal nascido nos anos 90, Millennials, geração à rasca, geração rasca... chamem-nos o que quiserem, porque na verdade somos é uma geração f*dida! 

Somos do período da História em que já se inventou tudo ou quase tudo. Somos do período da História em que o dinheiro está acima de todos os interesses. Somos do período da História em que já não há volta a dar! Nós e todos os que a partir daqui nascerem, iremos sofrer com anos e anos de vandalismo ao nosso Planeta. Estamos Historicamente f*didos para o futuro. Estamos mentalmente f*didos. 

Somos toda uma geração sem jeito. Tudo nos perturba, tudo nos faz impressão... queremos estar do lado certo, mas nós não estamos certos do que é esse lado! Talvez estejam todos enganadamente certos.

Que revoluções fazemos nós? Apelamos contra a violência queimando viaturas e atirando pedras às forças de segurança? Queixamos-nos de quê? Das coisas que acontecem por encolhermos os ombros e apenas discutimos no Facebook? O meio ambiente o quê? A Greta quem? As religiões e as guerras como?

Assobiamos para o lado, mas depois sabemos cuspir para o ar e admiramos-nos quando a mesma nos cai em cima.

Não há espírito... não há respeito, não há consideração pelo outro... não vejo Humanidade para o futuro. Já não devemos ser humanos... não sei o que somos!

Peço desculpa pela expressão e nela estou incluído, mas somos uma geração f*dida.

08.11.19

Fez o Meu Dia

Matias

São pequenas coisas!

Há dias, estava a chover como se fosse a última vez que podesse chover e, fui levar um colega de trabalho ao infantário para ir buscar a sua filha. Esperei por eles na fila de carros que se forma sempre àquela hora e levei-os a casa.

Interagi um pouco com a menina... ela ria-se e ria-se! 

- "Oh pai chega para lá", dizia ela... mas ele já estava tão em cima da porta que só se fosse para a rua!

Nisto o pai perguntou:

-  "O que aprendeste hoje na escola?" 

- "Nada!", respondeu ela prontamente com aquela voz de pintainho.

Rimos-nos! 

Depois era o pai a dizer que ela ia tomar um banhinho ao chegar a casa e ela teimava que não. Ao deixa-los em casa, eu joguei ao contrario e disse:

- "Agora não te esqueças de ir dar banho ao pai e depois tomas tu!"

A menina riu-se! Sairam do carro e foi a acenar para mim ate entrar na porta.

No dia seguinte diz-me o meu colega:

- "A minha filhota adorou-te, disse que o senhor do carro era maluco!"

Ela ria-se só de arrancar com o carro... claro que fiz algum "teatro" pelo caminho e ela lá achou que eu era "palhacinho"..

Acho que fez o meu dia! 

31.10.19

Medo de Quê?

Matias

Todos temos algum!

Hoje é Dia das Bruxas, aka Halloween. Em Portugal é mais uma desculpa para incentivar o comércio e ao contrário de países como nos Estados Unidos, tem pouco de histórico ou mesmo de fantástico. Não seja por isso que não penduramos aquela aranha da praxe no candeeiro da sala!

Falando de sustos... No meu caso, pode-se dizer que sou um cagarolas. A verdade é que é assim mesmo, não há outro adjetivo para o descrever! Ca-ga-ro-las...

Tirando aqueles medos óbvios, tenho alguns outros não tão óbvios.
Tenho medo do escuro, mas não sempre. Estranho? Sim. É quando o meu cérebro se põe com imaginações (nomeadamente espíritos e coisas desse género) e nesses casos corro ou começo a cantar... Enfim, sou eu!

Tenho medo das alturas. Tenho vertigens mesmo. Já fui duas vezes ao Aquashow (parque aquático no Algarve) e não andei na maioria das atrações. Acabo por me divertir a ver os meus amigos. E que amigos! Eles incentivam-me a ir com eles e a participar, mas depois reparam que não consigo mesmo e não dão gozo nem pressionam a ir.

Só não tenho vertigens quando ando de avião... aqui, o medo é outro... tenho medo de andar de avião. Estranho? Não sei. Este ano já andei umas oito vezes e dessas oito vezes tive medo... só descanso quando o avião aterra, embora tente parecer descontraído, por dentro tenho o estômago abraço ao intestino e a dar as mãos aos pulmões.

Tenho medo de quase tudo o que possa aleijar. Isto é, o meu corpo/cérebro sabe que algo é potencialmente perigoso e isso constringe-me no sentido de querer fazer certas coisas. Por exemplo, mexer num forno quente ou simplesmente ir levar uma vacina.

Sem filtros, sou assim... sem vergonha de dizer. E vocês, têm medo de quê?

 

13.09.19

Número 50

Matias

Nunca me tinha passado pela cabeça!

Depois de escrever três ou quatro posts, pensei que não fosse passar muito longe disso. Até porque não tinha um propósito para o fazer! 

Não gosto de ler, confesso. Mas aqui leio e... escrevo! Escrever já gosto mais, mas não planeio os textos, apenas sei que quero que o titulo apareça algures transcrito no final de cada post e que faça sentido. 

Também não sei porque escrevo aqui. Penso que foi uma forma de escapadela sem que para isso precisasse de sair do meu lugar. Agora... tomei-lhe o gosto!

A comunidade aqui é maravilhosa... estão sempre prontos a dizer algo bonito, uma palavra ou mesmo apenas um smile. Agradeço a todos! Em especial, a Bia e a MJP que nunca falham e estão sempre "sentadas na primeira fila".

Espero continuar por aqui e que me vá sentindo bem... não é nada de extraordinário, mas hoje "celebro" o post número 50.

04.09.19

Só uma Ideia

Matias

O que é que acham?

Antes de mais nada, só posso agradecer ao Sapo Blogs pelos três destaques que tive durante o mês de Agosto. Foi uma surpresa muito boa!

Voltei das férias e à pouco estive a pensar, já que passei por alguns sítios (cidades, aldeias, etc.. não é que tenha viajado muito) e conheço alguns Hotéis e Restaurantes, que me dizem de criar um Blog sobre Reviews (o que ver, onde comer, onde dormir, por exemplo) à cerca desses locais?! 

Sim...?!

Não...?!

Tá mazé quieto...?!

Vai-me ali e faz-me uma sandes...?!

Foi só uma ideia!!

 

23.09.18

Cabeça Cheia de Nada

Matias

"Granda" blog...

 

Começado cheio de força e agora parado há sei lá quanto tempo. É como tudo o que é novo. Muita adrenalina, muito entusiasmo. Depois vai-se.

 

O mal é que acho que sou assim com tudo. Se faltar retorno, ainda pior. Talvez não seja o único, mas cada um tem o seu próprio senão. 

 

AH AH AH minha machadinha, grão a grão, todos os caminhos vão parar a Roma.

 

Sou a pessoa mais à toa que conheço. Às vezes gosto, às vezes não gosto. Às vezes I think its funny, sometimes I don't. Na maioria da vezes é só patético. Sei lá. 

Os pensamentos e as emoções atrapalham-se. São como dois irmãos que ora estão quietos e sossegados, cada um a brincar com o seu boneco, ora de repente atiram com o trator miniatura à cabeça do outro. Oh, sei lá...

 

Sou uma cabeça cheia de nada!!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D