Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anos 90etal

Ideias, visões, pensamentos, vivências de alguém nascido nos 90's

Anos 90etal

Ideias, visões, pensamentos, vivências de alguém nascido nos 90's

29.02.20

Sobre Papel Higiénico

Matias

A verdade é uma...

No outro dia fui a um supermercado e um dos artigos que precisava lá para casa, era papel higiénico. Já agora, sou o único que se sente embaraçado por andar às compras com um molho de papel higiénico por baixo do braço?

Hoje em dia, há papel para todos os gostos... com cheirinho, com dupla ou tripla folha, com bonequinhos, às cores, suave, super-suave... às vezes até há daqueles que parecem folhas de urtiga e literalmente arranham o cú todo.

Quando dei por mim, já estava há mais de cinco minutos a olhar para as prateleiras do papel e  pensar: "F*da-se... não acredito que estou à tanto tempo para meter uma embalagem de papel higiénico no carrinho!"

É que um gajo nem sabe o que levar. Além do mais, cagar está a ficar caro... muito caro! Dezasseis euros por uns 18 rolos de um papel todo XPTO, que em segundos vai parar ao caixotinho do lixo ou pelo cano abaixo?! Começamos a entrar no caminho da alta costura do papel higiénico.

Quem diria que isto dava um post.

28.02.20

Check In Check Out

Matias

Ainda bem que saí!

Esta semana, tirei umas férias e aproveitei para ir até aos Picos de Europa (nas Astúrias, Espanha), onde estive duas noites. Já agora, aconselho todos os que possam a lá ir. 

Isto tudo para dizer que na primeira noite fiquei num alojamento cuja dona me partiu todo.  Levou-nos a um dos prédios existentes na sua propriedade e perguntou se queriamos um apartamento no primeiro ou no segundo andar. A nossa resposta foi: "Tanto faz...".

Nisto começa a senhora a abrir as portas dos apartamentos e como as portas não abriam dizia: "Este já está ocupado..."

Solução?! Seguir para o segundo andar, pois o primeiro já estava ocupado!

Eu juro que nunca tinha visto uma maneira de saber se tinha quartos livres de uma forma tão eficaz. Foi só hilariante!

Depois de abrir mais uma porta, lá ficamos com o apartamento com vista para a montanha. 

Desci à receção para efetuar o Check In, tudo escrito à mão num bloco de papel quimico auxiliado por uma App num smartphone. Lindo! Preenchi eu a minha morada pois geralmente os espanhois não fazem puto-esforço para nos perceber. Entretanto toca o smartphone da senhora... era alguém que falava em inglês, então virou-se para a neta - que não tinha mais de oito anos - e diz: "Tu, falas inglês? Atende!". Para nosso espanto, aquela menininha que andava aos saltos mais o irmão nas escadas do prédio, era afinal uma requintada rececionista de palmo e meio! Depois disto pedi as chaves do apartamento e a resposta que obtive é que já estavam na porta. Lindo! 

No dia seguinte, bem cedo... procurei a senhora ou alguém para poder efetuar o Check Out. É o efetuas! Não havia ninguem. O Check Out era mesmo só ir embora, adeus e até à próxima.

08.11.19

Fez o Meu Dia

Matias

São pequenas coisas!

Há dias, estava a chover como se fosse a última vez que podesse chover e, fui levar um colega de trabalho ao infantário para ir buscar a sua filha. Esperei por eles na fila de carros que se forma sempre àquela hora e levei-os a casa.

Interagi um pouco com a menina... ela ria-se e ria-se! 

- "Oh pai chega para lá", dizia ela... mas ele já estava tão em cima da porta que só se fosse para a rua!

Nisto o pai perguntou:

-  "O que aprendeste hoje na escola?" 

- "Nada!", respondeu ela prontamente com aquela voz de pintainho.

Rimos-nos! 

Depois era o pai a dizer que ela ia tomar um banhinho ao chegar a casa e ela teimava que não. Ao deixa-los em casa, eu joguei ao contrario e disse:

- "Agora não te esqueças de ir dar banho ao pai e depois tomas tu!"

A menina riu-se! Sairam do carro e foi a acenar para mim ate entrar na porta.

No dia seguinte diz-me o meu colega:

- "A minha filhota adorou-te, disse que o senhor do carro era maluco!"

Ela ria-se só de arrancar com o carro... claro que fiz algum "teatro" pelo caminho e ela lá achou que eu era "palhacinho"..

Acho que fez o meu dia! 

23.09.19

No Futuro

Matias

Surgiu à toa!

Hoje em dia, existe tanta tecnologia e os avanços tecnologicos são tantos que qualquer dia instalamos uma aplicação no telemovel para fazer ecografias às grávidas! 

Hoje em dia, as mães durante a gravidez tomam tanto Ferro, tanto Magnésio, tanta porra que sei lá mais o quê... que a qualquer altura os filhos em vez de sairem a chorar, nascem já pedir a pass do Wi-fi.

Qualquer dia, o puto vai querer mamar e o que a mãe faz é enfiar um cabo USB entre a chupeta e o mamilo.

Hoje em dia, não se pode bater nas crianças... então aquando o nascimento, o médico em vez de dar aquela palmadinha para o bebé chorar... tira-lhe só o tablet das mãos.

Se o bebé for muito feio, aí já se pode bater... mas no pai!

É tudo a brincar, mas leva-me a pensar que crianças iremos criar no futuro.

18.09.19

Porta Moedas

Matias

Digam-me que não sou o único!

Das tarefas mais incríveis que temos de fazer enquanto homens é no momento em que uma mulher nos diz:

- "Traz-me o porta moedas que está dentro da minha mala"

Aquelas palavras, ficam a ecoar na nossa cabeça como se não tivesse fim, são apenas uns segundos, mas dura para o dia inteiro ("...dentro da minha mala - minha mala - mala - ala - ala...").

Então lá vamos nós! Equipamos-nos com aqueles capacetes de mineiro com lanterna, um par de luvas, um fato de neoprene, um kit de primeiros socorros e a bela de uma sandes. Isto tudo porque sabemos que vamos, mas não sabemos quando ou se voltamos!

Nas malas das mulheres cabe tudo, é como se fosse uma espécie de buraco negro, mas de onde se podem tirar de lá coisas! Agora ocorreu-me uma piada sobre a Maddie, só que não vou fazer-la (lá está são os Limites do Humor). Mas posso dizer que o iceberg que apareceu de repente na frente do Titanic, foi retirado da mala de um pinguim fêmea. 

Devia ser obrigatória a existência de um mapa legendado e com imagens sobre a localização de cada objeto presente nas malas. No mínimo!!! 

Estou claramente a exagerar, mas depois de tanto procurar o porta moedas... desisti. Fui então buscar a minha carteira para desenrascar... isto depois de já ter comido a sandes!

Lembrei-me de escrever isto porque, hoje fui a uma loja dos "chinocas" (aii disseste chinocas... seu racista... tipo... não) e estava uma senhora à minha frente, mas deixou-me pagar primeiro porque não encontrava o seu porta moedas.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D